Medo e Informação

IMG-20160225-WA0013“Calma. Respira. Esse é o meio de transporte mais seguro do mundo. Respira. É mais fácil ganhar na loteria do que morrer em um desastre de avião. Respira fundo. Ai Meu Deus que barulho foi esse? Por que esse negócio não para de chacoalhar??? Respira. Não grita. Quero ver minha filha! De novo esse chacoalhão? Calma. Só 1 em um milhão de aviões caem. Respira mais fundo. Será que essa coisa não vai parar de chacoalhar????????!!!!!!!!!”

Isso é um resumo do que se passava na minha cabeça durante um voo normal, com um pouco de turbulência. As vezes o medo era tanto que eu agarrava a mão de quem quer que fosse que estivesse ao meu lado. E minha cabeça a mil por hora…Lembro que muita gente me falava dessas estatísticas, que as chances de estar em um desastre aéreo eram mínimas. Mas quem tem medo sabe que o pavor é irracional. E não adianta falar de estatísticas porque na hora do aperto o medo invade a mente e parece apagar todos esses registros racionais que temos.

Mas, mesmo assim, acho que vale deixar aqui algumas informações para ver se diminui um pouco o momento de medo extremo. Uma coisa que precisa ficar clara é que para um avião cair, na grande maioria das vezes tem que ser uma combinação de fatores.  Existe mais de um sistema para cada função importante do avião, assim, se um falhar tem sempre um back up. Algumas funções tem até 3 sistemas para caso de falhas. Logo, é muito difícil uma falha mecânica causar um acidente. Acidentes acontecem? Sim, mas é muito raro. Para terem uma noção SÓ NO BRASIL em 2014 morreram mais de 43,000 pessoas em acidentes relacionados ao transito rodoviário (fonte: Datasus). Contudo, no MUNDO INTEIRO, 641 pessoas morreram no mesmo ano vitimas de acidente aéreos comercias. (fonte: IATA safety report 2014). Foram apenas 1,15 acidentes com fatalidades por 1 milhão de voos!

IMG-20160311-WA0006Outra coisa que me deixou muito mais tranquila depois de conhecer o meu marido foi aprender um pouco sobre os treinamentos aos quais os pilotos são submetidos. No simulador, que usam com frequência,  eles tem que conseguir aterrisar aviões com falha de motor, falha de sistema elétrico, hidráulico, fogo no motor, mau tempo etc. E as vezes tudo ao mesmo tempo (o que é praticamente impossível de acontecer). Ou seja, eles são treinados para as situações mais extremas imagináveis (na verdade praticamente inimagináveis de tantas falhas simultâneas que colocam no simulador).

Antigamente, era só avistar nuvens que eu ficava apavorada! Sinal de turbulência. Hoje consigo apreciar a bela paisagem.Sei que ler tudo isso pode ajudar um pouco, mas para quem tem medo de verdade, apenas isso não resolve. Existem diversas formas de tratar o medo de voar, e vou falar um pouco sobre as que conheço e que tiveram bons resultados:


Neurolinguística
 – Minha mãe fez sessões de neurolinguística que resultaram muito! Ela também tinha medo, passamos juntas por um susto quando eu tinha 5 anos (assunto para um próximo post, vou fazer uma entrevista bacana), e a neurolinguística ajudou muito. Se quiserem um contato é só falar nos comentários que eu indico.Redirecionar o pensamento – essa foi uma das primeiras dicas que recebi. Mas não é redirecionar para qualquer coisa, e sim para algo especifico, que necessite um pouco de concentração. Exemplo: Pensar  no nome (marca ou modelo) de carros de A a Z: Audi, Brasília, Corolla, Dodge etc. Praticamente um jogo de STOP ao contrário. E quando acabar o abecedário para carros, vá para Cidades e assim por diante. Ajuda muito a distrair a mente do medo. Experimentem e me contem se funcionou

Cursos específicos – Algumas empresas aéreas oferecem cursos específicos, inclusive com tempo em simulador de voo e voo acompanhado de um equipe técnica (psicólogos, comandantes, assistentes de bordo) para ajudar as pessoas a perderem o medo. Acho que deve ser um método muito eficiente por colocar as pessoas nas situações e condições reais com uma equipe para esclarecer TUDO o que acontece. Segue um exemplo de um programa super sério da TAP. Infelizmente não achei nada aqui no Brasil parecido, mas #ficaadica para as companhias aéreas nacionais: Ganhar Asas Além disso,  um novo método foi recentemente divulgado na mídia brasileira que utiliza realidade virtual para curar o medo de avião. Quero conhece-los antes de divulgar, mas me pareceu bastante promissor. Em breve, se for realmente bacana, vou fazer um post especifico sobre essa metodologia.

Case com um piloto de avião (mas não com o meu, claro! Kkkk).

Tentem de tudo, mas NÃO deixem de viajar. É das experiências mais enriquecedoras que uma pessoa pode ter. Conhecer novas culturas é fundamental para entender  e respeitar as diferenças, ainda mais no mundo cada vez mais intolerante em que vivemos.

“Travel, as much and as far you can. You were not born to stay in one place”

No próximo post vou falar um pouco sobre algo que muita gente reclama na aviação: atrasos. Até lá, beijos e bons voos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s